Insatisfação de usuários com planos de saúde é crescente, diz estudo

Insatisfação de usuários com planos de saúde é crescente, diz estudo

Economia & Negócios

17 de julho de 2018 | 04h00

Usuários de planos de saúde em todo o Brasil demonstram insatisfação crescente com o setor. Além de desejarem trocar de operadora, buscam preços menores. Estudo da CVA Solutions mostra que 77% dos entrevistados disseram que mudariam de plano de saúde, sendo que 80% desses buscariam preço mais baixo.

Resistente. O setor de saúde privada segue perdendo beneficiários. Foram 3 milhões na crise. Ao final de março, eram 47,152 milhões de usuários. No seu auge, ao final de 2014, passou da marca de 50 milhões.

O que eles pensam. As mais de 6.400 pessoas ouvidas pela CVA em todo o País citaram 44 planos de saúde. Mapfre – cuja carteira é formada, principalmente, por funcionários da espanhola -, Allianz, Cassi, do Banco do Brasil, e Prevent Senior apresentam o melhor valor percebido. Na outra ponta, Bradesco Saúde, Unimed, SulAmérica e Amil têm a maior força de marca.

Para ver a Coluna do Broadcast sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos as notícias em tempo real.

Siga a @colunadobroad no Twitter

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.