Instituto Mauá desenvolve sistema para monitorar reações em Carnaval

Instituto Mauá desenvolve sistema para monitorar reações em Carnaval

Economia & Negócios

11 de agosto de 2019 | 05h00

O Carnaval paulista em 2020 terá um participante inusitado. O Instituto Mauá de Tecnologia (IMT) acaba de fechar parceria com a escola de samba Sociedade Rosas de Ouro para o desenvolvimento de um sistema eletrônico que monitorará as reações do público, membros da escola, assim como dos telespectadores. A intenção é entender em tempo real, por exemplo, os momentos de maior vibração da escola na avenida.

Mas que calor

Com mais tecnologia no Carnaval, a ideia é, ainda, criar um aplicativo que permitirá o compartilhamento de fotos, acesso às reações dentro das ala, e realidade virtual do desfile, por exemplo.

Contato: colunadobroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroadcast no Twitter

Para ver a Coluna do Broadcast sem delay, assine o Broadcast+

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: