InterCement resgata debêntures e consegue suspender alavancagem

InterCement resgata debêntures e consegue suspender alavancagem

Coluna do Broadcast

05 de janeiro de 2017 | 05h00

SAO PAULO 28-02-2013 ECONOMIA NEGOCIOS UNIDADES INTERCEMENT CIMENTEIRA DA CAMARGO CORREA NA FOTO IJACI FOTO CAMARGO CORREA

(Foto: Divulgação)

A InterCement, do grupo Camargo Corrêa, obteve dispensa de uma cláusula de limite de endividamento para cerca de R$ 1,5 bilhão em debêntures graças ao resgate antecipado de R$ 170 milhões desses papéis, feito, inesperadamente, dias antes da Assembleia Geral de Debenturistas que discutiria o assunto. No encontro, no dia 23 de dezembro, a dispensa de verificação desta cláusula do contrato foi aprovada por Bradesco e Banco do Brasil, detentores de R$ 1 bilhão das debêntures, sem a exigência de prêmio da empresa.

Não agradou

Os demais debenturistas não gostaram e decidiram negar esse consentimento. Mas como já havia feito o resgate, a InterCement alcançou os 75% necessários para selar a mudança.

Correndo atrás

O governo está confiante de que a nova Lei Geral de Telecomunicações trará novos e volumosos investimentos para o Brasil no curtíssimo prazo, ajudando na recuperação do PIB e dos empregos.

Siga a @colunadobroad no Twitter

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.