Interessados em rodovias paulistas já são 140 e estrangeiro mostra apetite

Interessados em rodovias paulistas já são 140 e estrangeiro mostra apetite

Coluna do Broadcast

26 de janeiro de 2017 | 05h00

TQ 8770 SÃO BERNARDO 11.07.2013 DIA DE LUTA CIDADES METROPOLE 11:15 Menos de duas horas depois de sindicalistas fazerem manifestação no Km 13 da Rodovia Anchieta, estrada vazia com trânsito fluindo sem problemas. Sindicalistas da Força Sindical fazem manifestação na Via Anchieta entre os Km 11 e 13 pista local - sentido litoral - logo após retornaram e seguiram para o centro da cidade. FOTO TIAGO QUEIROZ/ESTADÃO

(Foto: Tiago Queiroz/Estadão)

Cerca de 140 interessados já se cadastraram no data room aberto pelo governo do Estado de São Paulo para a concessão de dois trechos de rodovia, em leilão que será realizado em 22 de fevereiro e 25 de abril, na BM&FBovespa. Dentre eles, segundo a Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), há pelo menos 30 operadores de rodovias e 15 bancos. A origem desses investidores é a mais diversa possível e alguns ainda não atuam no País: além do Brasil, eles vêm da Europa (Espanha, Portugal, Itália e França), Ásia (China e Coreia do Sul) e Oriente Médio.

Projetos

O primeiro lote a ser licitado, o do Centro Oeste Paulista (Florínea-Igarapava), tem aproximadamente 570 quilômetros. Os investimentos previstos em 30 anos são de R$ 3,9 bilhões e o valor da outorga fixa será de R$ 800 milhões. Já o trecho a ser concedido em abril é conhecido como Rodovia dos Calçados (Itaporanga-Franca), tem 720 quilômetros e demandará investimentos de R$ 5 bilhões em 30 anos. A outorga fixa prevista é de R$ 410 milhões.

Vem mais por aí

Até o fim do primeiro semestre, o governo de São Paulo pretende lançar o edital de concessão de um trecho de rodovia na Baixada Santista. Inicialmente, a ideia era incluir apenas estradas de uma parte do litoral Sul, mas a Artesp não descarta ampliar o projeto também para parte do litoral Norte. O assunto segue em estudo pelo governo. (Márcio Rodrigues)

Siga a @colunadobroad no Twitter

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.