Investidores começam a analisar CPFL

Investidores começam a analisar CPFL

Coluna do Broadcast

04 de junho de 2019 | 06h00

Investidores locais começaram a analisar a oferta subsequente (follow on) da CPFL Energia, que será precificada no dia 12 de junho. Com uma faixa de preço estabelecida para a oferta entre R$ 29,30 e R$ 35,30, os investidores têm demonstrado apetite entre R$ 29 e R$ 30. Como as ações da CPFL têm baixa liquidez, o mercado considera a oferta um “re-IPO”, a reestreia da empresa na Bolsa. Hoje, só 5% do capital da companhia é negociado em Bolsa. Por isso, a empresa precisa estabelecer uma faixa de preço indicativa da oferta, como ocorre nos IPOs (ofertas iniciais de ações).

Desconto. Para alguns investidores, dado o tamanho da oferta – que pode beirar os R$ 4 bilhões, a CPFL tenta um baixo desconto em relação ao preço da ação negociada atualmente. Ontem, a ação fechou negociada a R$ 30,70. O cenário macroeconômico e fila de ofertas no setor de energia (Neoenergia, Light, AES Tietê e Alupar) são fatores que estariam influenciando o apetite. Procurada, a CPFL não comentou.

contato: colunadobroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroadcast no Twitter

Para ver a Coluna do Broadcast sem delay, assine o Broadcast+

Tudo o que sabemos sobre:

CPFL

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.