Investidores têm expectativas de retorno otimistas demais, diz estudo

Investidores têm expectativas de retorno otimistas demais, diz estudo

Economia & Negócios

08 Dezembro 2018 | 04h00

Investidores têm expectativas otimistas demais em relação ao retorno de suas aplicações. Um estudo recentemente concluído pela gestora global Schroders identificou que 22 mil investidores ouvidos em 30 países esperam obter um ganho médio mínimo de 10,1% ao ano, acima d os 9,1% estimados na pesquisa anterior, há dois anos. O patamar supera o retorno do índice global de ações MSCI, atualmente em 2,4%. Os investidores brasileiros estão no grupo dos cinco países onde a expectativa de retorno é mais elevada, esperando obter um retorno, em média, de 12,7% ao ano com a aplicação de suas economias.

Ações lideram. Globalmente, os investimentos estão concentrados, numa proporção de 35% em relação ao total, em ações; 20,4% em papéis emitidos por empresas; 12,2% em ativos imobiliários; 12,4% em ativos alternativos; e 20% em “dinheiro”, ou seja, em títulos de governo.

Mais rico. Especialistas da gestora lembram que, como regra, melhores retornos estão em estratégias de maior risco. Ao mesmo tempo, observam que uma redução na porção do que esses investidores mantém em títulos de governo pode contribuir para que se aproximem de seus objetivos de retorno.

Siga a @colunadobroad no Twitter

Para ver a Coluna do Broadcast sem o delay assine o Broadcast+