Isolamento por coronavírus deve reduzir em até 30% PIB do varejo

Cynthia Decloedt

22 de março de 2020 | 05h00

O PIB do varejo deve encolher entre 20% a 30% este ano em relação aos cerca de R$ 600 milhões, em valor agregado, de 2019, de acordo com os cálculos da consultoria de empresas Alvarez & Marsal. O varejo é um dos setores que mais devem ser afetados pelo confinamento para evitar a disseminação do coronavírus. A A&M calcula que a retração pode reduzir entre 1 ponto porcentual a 3 pontos porcentuais o PIB do País. Enquanto os setores de alimentos, supermercados, logística e limpeza serão sobrecarregados nos próximos quatro meses, o de companhias aéreas, hotelaria, calçados e vestuário, eletroeletrônicos, venda de carros e material de construção devem sofrer brutalmente.

contato: colunabroadcast@estadao.com

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.