Itaú BBA se prepara para expandir atendimento personalizado para dez polos produtores

Coluna do Broadcast

24 de junho de 2019 | 05h00

Com uma carteira ligada ao setor agropecuário oito vezes maior do que há quatro anos, o Itaú BBA se prepara para expandir o atendimento personalizado para dez polos produtores do País – em 2018 eram seis. O plano é chegar a 21 no ano que vem. Na lista de 2019 estão os municípios de Tangará da Serra e Sinop (MT), Brasília (DF) e Balsas (MA). “Continuamos focados em grandes produtores que tenham a partir de 4 mil a 5 mil hectares. Há muito mercado por explorar neste segmento”, conta à coluna Pedro Fernandes, diretor de Agronegócios.

Nova ordem

Itaú BBA prevê que a carteira agro aumentará 30% a 40% este ano. Como projeta queda da Selic para 5,75% ao ano no fim de 2019, o banco espera maior demanda por dinheiro a taxas de juros livres. Mas muitos produtores ainda precisam aperfeiçoar a gestão financeira para acessar alíquotas menores, alerta Fernandes, lembrando que o subsídio federal a grandes produtores será mais restrito nesta safra.

Tudo o que sabemos sobre:

Itaú BBA

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.