Itaú garante “passe” de Guilherme Benchimol na XP até 2024

Itaú garante “passe” de Guilherme Benchimol na XP até 2024

Coluna do Broadcast

23 de maio de 2017 | 05h00

Ao comprar metade da XP, o Itaú Unibanco, adquiriu também o “passe” de sua principal estrela, o sócio-fundador e maior acionista da corretora, Guilherme Benchimol. O contrato entre as partes prevê que ele seguirá à frente dos negócios pelo menos até 2024, quando os sócios poderão vender suas fatias se assim desejarem.

Menino de ouro.

Essa opção de venda tem um prêmio atrelado e que será perdido se Benchimol deixar a XP antes de 2024. Posteriormente, o Itaú pode antecipar seu direito de compra do controle se ele sair da empresa antes de 2033. Procurada, a XP não comentou.

Siga a @colunadobroad no Twitter

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: