Kinea, do Itaú Unibanco, mira varejista em São Paulo

Kinea, do Itaú Unibanco, mira varejista em São Paulo

Coluna do Broadcast

08 de janeiro de 2017 | 05h00

CLQ7 SAO PAULO 3/7/2013 LIQUIDAÇÕES ECONOMIA Vitrine da loja TNG , na esquina da rua Augusta com Alameda Lorena , que está em liquidação . FOTO: CLAYTON DE SOUZA/ESTADÃO

(Foto: Clayton de Souza/Estadão)

Depois de vender uma fatia da locadora de veículos Unidas, o Kinea, braço de investimento do Itaú Unibanco, está em busca de ativos para recompor seu portfólio. No momento, está em sua mira uma rede de varejo – de roupas e de calçados – com atuação na capital e no interior do Estado de São Paulo.

Pretendente? No passado, o fundo já teria namorado a Besni, que atua exatamente em São Paulo e cujo faturamento estaria próximo da casa de R$ 1 bilhão por ano. Na sua carteira, aliás, a Kinea detém uma participação do Grupo Lojas Avenida, de vestuário, sediado em Cuiabá.

Siga a @colunadobroad no Twitter

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.