Leilão de Via Varejo tem alta demanda e Klein fica com R$ 100 mi em ações

Leilão de Via Varejo tem alta demanda e Klein fica com R$ 100 mi em ações

Fernanda Guimarães

14 de junho de 2019 | 17h02

O empresário Michael Klein ficou com menos ações da Via Varejo do que esperava inicialmente, depois do leilão na B3, que conduziu a saída do Grupo Pão de Açúcar (GPA) do capital da varejista, ter registrado elevada demanda. Inicialmente, a ideia era comprar R$ 300 milhões dos R$ 2,2 bilhões que estavam à disposição no leilão, com a fatia do GPA. No entanto, Klein acabou adquirindo R$ 100 milhões em ações da Via Varejo, ou cerca de 1,5% do capital. O restante ficou na mão de fundos e demais investidores. A demanda no leilão chegou, em um determinado momento, a R$ 3,7 bilhões, bem acima do volume na mesa.

Mão na massa

De cara, um dos focos da nova administração, chefiada por Roberto Fulcherberguer, é de “fazer funcionar” a operação online, ou seja, recuperar a margem bruta.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.