Leilão do 5G tem novo relator na Anatel

Leilão do 5G tem novo relator na Anatel

Anne Warth

13 de novembro de 2020 | 05h22

 

Foto: Itaci Batista/Estadão

Previsto para 2021, o leilão do 5G tem novo relator na Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Com a saída de Vicente Aquino do conselho diretor na semana passada, relator original do assunto, o órgão regulador realizou sorteio para repassar o item a um novo conselheiro. Agora, o 5G está a cargo de Carlos Baigorri, que assumiu a posição na última semana de outubro. Procurado, ele não se pronunciou sobre o assunto.

Confiança. Em entrevista ao Broadcast, Baigorri disse que o Brasil precisa ter fornecedores confiáveis e transparentes para o 5G. Foi uma referência à Huawei, líder da tecnologia e que está no meio de uma guerra comercial entre China e EUA. Os norte-americanos acusam a empresa de ser um braço do governo chinês, o que a empresa nega. Nessa mesma entrevista, o conselheiro afirmou que a empresa tem grau de transparência menor que o de suas concorrentes. Banir a Huawei, no entanto, é uma decisão que somente pode ser tomada via decreto presidencial.

Vou, mas volto. Vicente Aquino, por sua vez, deve voltar ao Conselho da Anatel em breve. O ministro das Comunicações, Fábio Faria, enviou o nome de Vicente Aquino para recondução, mas sua indicação ainda precisa ser publicada no Diário Oficial da União. Seu mandato se encerrou no dia 4, mas ele tem direito à recondução, pois ficou menos de dois anos no cargo, assumindo a vaga após a renúncia de Otavio Rodrigues.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Tudo o que sabemos sobre:

Anatel5G

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: