Líder em ranking sustentável, Bradesco figura entre clã global

Líder em ranking sustentável, Bradesco figura entre clã global

Aline Bronzati

18 de novembro de 2020 | 05h05

 

Em mais uma prova de que o sistema financeiro se descolou da questionada gestão ambiental do governo Bolsonaro, o Bradesco galgou a quinta colocação em um ranking que avaliou 250 pesos pesados globais na edição mais recente do Índice Dow Jones de Sustentabilidade (DJSI), da Bolsa de Nova York. O Banco do Brasil vem em oitavo, o Santander em 14º e o Itaú Unibanco em 22º. O Bradesco também foi o banco brasileiro com o melhor desempenho na lista do DJSI em 2020/2021.

ESG. O feito veio após o Bradesco conseguir nota máxima em critérios como relacionamento com o cliente, estratégia climática, inclusão financeira, cidadania e filantropia, transparência (ambiental e social), além de gestão de risco e crise. Criado em 1999, o DJSI foi o primeiro índice de bolsa a selecionar sua carteira a partir do desempenho em critérios ESG (ambiental, social e de governança, na sigla em inglês) das companhias listadas.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: