Locação de galpões logísticos em São Paulo triplica em um ano

Locação de galpões logísticos em São Paulo triplica em um ano

Economia & Negócios

29 Abril 2018 | 04h00

O mercado de galpões logísticos de São Paulo deu novos sinais de reação no começo deste ano. O saldo entre áreas alugadas e devolvidas (chamada pelo jargão de absorção líquida) atingiu 158,4 mil m² no primeiro trimestre de 2018, pouco mais do que o triplo do primeiro trimestre de 2017 (50,5 mil m²) e 29% superior ao quarto trimestre de 2017, de acordo com dados da consultoria imobiliária Cushman & Wakefield.

Reação. Com o reaquecimento do mercado, os espaços vagos diminuíram de 23,2% em dezembro para 21,7% em março, enquanto o preço médio mensal pedido para locação subiu 0,8% nesse período, de R$ 19,43 por m² para R$ 19,58 por m².

Ainda não. Já o mercado de galpões logísticos do Rio de Janeiro continua pressionado pela crise aguda no Estado. A absorção líquida total no primeiro trimestre desde ano foi de apenas 22 mil m², cerca de metade do registrado no último trimestre do ano passado. O fraco ritmo de locação, somado à conclusão de obras de novos empreendimentos, fizeram a vacância crescer de 24,8% para 25,9%, com preço de R$ 22,8 por m².

Siga a @colunadobroad no Twitter