Mercado de self storage cresce, mas ainda é desconhecido do grande público

Mercado de self storage cresce, mas ainda é desconhecido do grande público

Coluna do Broadcast

19 de novembro de 2019 | 06h00

Cresce mercado de self storage/ Foto: TIAGO QUEIROZ/ESTADÃO

Por Circe Bonatelli

O mercado de self storage – galpões com locação de boxes privativos para armazenagem de itens de pessoas e empresas – cresceu bastante no Brasil ao longo da década, mas ainda não se tornou um negócio conhecido por parte do grande público. O País conta hoje com 322 galpões em funcionamento, com oferta de 60,5 mil boxes, o equivalente a uma área de 666 mil m², segundo pesquisa da consultoria Brain. Já no início da década, eram menos de 50 galpões em operação.

Leia mais: Com captações bilionárias e juro baixo, setor imobiliário inicia ciclo de expansão

Pouco pop. Apesar do crescimento do mercado, a pesquisa mostrou que 80% da população nunca ouviu falar de self storage, enquanto só 20% conhece esse ramo imobiliário. O fato de o mercado ter se desenvolvido de um modo mais concentrado nas cidades grandes da Região Sudeste (onde estão 197 dos 322 galpões do País) explica, em parte, a falta de popularidade nas demais regiões. Mas na visão de empresários da área, há potencial para o negócio se espalhar. Isso porque 81% dos consumidores que já alugaram um box consideram o serviço bom ou ótimo, ou seja, o grau de aceitação é elevado. O preço médio de locação de um box está em R$ 81,32 por mês.

Reportagem publicada no Broadcast no dia 18/11/2019, às 10:56:42

Contato: colunabroadcast@estadao.com
Siga a @colunadobroadcast no Twitter

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.