Metade das mulheres com filhos diz sofrer preconceito no trabalho

Metade das mulheres com filhos diz sofrer preconceito no trabalho

Gabriel Baldocchi

29 de abril de 2022 | 05h40

Mulheres com filhos enfrentam maiores desafios profissionais  Foto:  Werther Santana/Estadão

A maternidade ainda é vista como um tema difícil para as mulheres na construção de suas carreiras. Mais da metade (52%) das mães diz ter sofrido preconceito no mercado de trabalho simplesmente por ter filhos. Os episódios se referem tanto a processos seletivos ou a empresas em que já trabalharam. Entre os homens, apenas 15% dizem ter enfrentado o mesmo problema. Os dados são de um levantamento online feito pela Ticket, que pertence à francesa Edenred. A pesquisa ouviu 400 beneficiários da companhia.

Também é maior a parcela das mulheres que se sentem prejudicadas quando precisam se ausentar do trabalho para alguma urgência com filhos. Enquanto 49% das profissionais disseram que essas situações podem atrapalhar a carreira ou gerar um desconforto velado por parte da companhia, apenas 46% dos homens afirmaram ver a mesma dificuldade. Na outra ponta, 54% dos trabalhadores do sexo masculino disseram estar confortáveis em situações das ausências. Para as mulheres, o porcentual foi de 51%.

Gestação e licença-maternidade

A situação melhora um pouco quando se trata apenas do período da gestação e a fase logo após o nascimento. Cerca de 60% das mulheres disseram não ter enfrentado dificuldades no ambiente de trabalho. Já a fatia restante disse ter se deparado com reclamações relacionadas a ausências para consultas médicas, questionamentos quanto à capacidade profissional e até demissão durante ou após o período da licença-maternidade.

Para o diretor de Recursos Humanos da Ticket, José Ricardo Amaro, a diferença no tratamento entre pais e mães acaba sendo um desestímulo para talentos femininos. Por isso, diz, deve ser um tema de atenção para as áreas de recursos humanos. Amaro, porém, avalia uma melhora no comportamento das empresas em relação ao período de gravidez, com relatos inclusive de mães que foram contratadas durante a gestação.

 

Esta nota foi publicada no Broadcast no dia 28/04/22, às 11h28.

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.