Metade das multinacionais japonesas no País planeja expandir atividades

Metade das multinacionais japonesas no País planeja expandir atividades

Juliana Estigarríbia

10 de fevereiro de 2022 | 05h35

Setor de mineração é um dos que chamam a atenção das múltis japonesas  Foto: José Patricio/Estadão

Mais da metade (55,8%) das multinacionais japonesas presentes no Brasil planeja expandir suas atividades até 2023, revela levantamento da organização de fomento ao investimento e ao comércio exterior do governo do Japão (JETRO). Máquinas e equipamentos, tradings e vendas por atacado são setores com corporações japonesas especialmente otimistas.

Atualmente, há 474 empresas daquele país no Brasil, sem contar as criadas por japoneses aqui. De acordo com a pesquisa, 49,5% das multinacionais têm a perspectiva de obter, em 2022, resultados melhores do que em 2021. Aumento das vendas no mercado local, das exportações e melhorias na eficiência comercial são alguns dos fatores a impulsionar os negócios.

O setor de bens de consumo chama a atenção das companhias. Adicionalmente, agronegócio, mineração e atividades voltadas ao meio ambiente são áreas que despertam bastante interesse das empresas japonesas. O levantamento revelou que 73,2% dos entrevistados consideram o tamanho do mercado e o potencial de crescimento uma vantagem do ambiente de investimentos no Brasil. Em 2019, a fatia com a mesma avaliação era de 65,2% e, em 2020, de 69%. Segundo a JETRO, isso sugere que a percepção de que o País tem grande potencial não diminuiu, apesar da crise da pandemia.

De acordo com o presidente da JETRO no Brasil, Hiroshi Hara, é possível que a Ômicron e as eleições deixem as empresas japonesas mais cautelosas para fazer novos investimentos e expandir seus negócios por aqui. No entanto, em sua avaliação, existe convicção, por parte das multinacionais, do potencial do mercado brasileiro e do papel do Brasil como parceiro econômico.

 

Esta nota foi publicada no Broadcast no dia 09/02/22, às 17h15.

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.