México amplia distância na liderança da indústria do luxo na América Latina

México amplia distância na liderança da indústria do luxo na América Latina

Coluna do Broadcast

11 de abril de 2019 | 04h00

Após o Brasil perder para o México a liderança na indústria de luxo na América Latina em 2016, a diferença das vendas do setor nos dois países segue crescendo. No ano passado, o segmento faturou US$ 8,6 bilhões no México, cifra US$ 1,2 bilhão maior que no Brasil, conforme estudo da Euromonitor International. Em 2017, a diferença havia sido de US$ 890 milhões.

Futuro. Para 2023, a estimativa é que o segmento fature US$ 29,7 bilhões na América Latina, o que representará um aumento de 22,2% em relação às vendas do ano passado. O crescimento no Brasil deverá ser menor, de 13,3%, para US$ 8,3 bilhões. Para o México, a expansão estimada é de 33,1%, para US$ 11,4 bilhões – ou mais de US$ 3 bilhões maior do que a receita esperada para o Brasil.
(Patrick Cruz, especial para a Coluna do Broadcast)

Siga a @colunadobroad no Twitter

Para ver a Coluna do Broadcast sem o delay assine o Broadcast+

Tudo o que sabemos sobre:

mercado de luxo

Tendências: