Meyer Nigri, fundador da Tecnisa, deixa UTI após 148 dias internado por covid-19

Meyer Nigri, fundador da Tecnisa, deixa UTI após 148 dias internado por covid-19

Circe Bonatelli

25 de fevereiro de 2021 | 10h59

Meyer Nigri, fundador da Tecnisa. Crédito da Foto: Iara Morselli / Estadão

 

O empresário e fundador da Tecnisa, Meyer Nigri, deixou esta semana a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), onde esteve por 148 dias se tratando de complicações provocadas pela covid-19. Pessoas próximas contaram que ele está lúcido, porém muito debilitado fisicamente e, por isso, seguirá internado por mais algumas semanas até poder ter alta.

De olho. A expectativa é que seja necessário um trabalho de reabilitação durante meses depois que vier a deixar o hospital. O empresário foi inicialmente levado para o Hospital Nova Star, da Rede D’Or, e mais tarde transferido para o Albert Einstein, onde permanece hoje. Nos últimos dias, Nigri mandou mensagem no grupo de trabalho da incorporadora, deu opiniões sobre projetos, elogiou a planta de um empreendimento e fez brincadeiras com amigos.

Líder. Meyer é uma das lideranças mais conhecidas do mercado imobiliário nacional. O empresário fundou a Tecnisa em 1977 e abriu o capital da empresa em 2007. Atualmente, mantém 24% das ações com a família e ocupa a presidência do conselho de administração.

Política. Ele também foi um dos primeiros empresários de expressão nacional a manifestar apoio ao então candidato Jair Bolsonaro, antes das eleições para a Presidência da República. Foi um dos autores da nova linha de crédito imobiliário indexada ao IPCA, que foi lançada pela Caixa Econômica Federal em 2018, que trouxe diversificação para o mercado.

 

Esta nota foi publicada no Broadcast+ no dia 24/02/2021

O Broadcast+ é a plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse
http://www.broadcast.com.br/produtos/broadcastplus/

Tudo o que sabemos sobre:

tecnisaMeyer Nigri#covid-19

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.