Modalmais cria Modal Empresas com ex-XP na estruturação das captações

Modalmais cria Modal Empresas com ex-XP na estruturação das captações

Cynthia Decloedt

11 de setembro de 2020 | 05h10

O banco digital Modalmais está começando a oferecer estruturação de operações de crédito via mercado de capitais. Para isso, criou uma nova aérea, o Modal Empresas, com dois novos sócios. Felipe Soares, que veio da HUB Capital, plataforma de agentes autônomos e consultores de investimentos, que se uniu ao Modalmais em janeiro, é o coordenador da área. Para estruturar as captações das companhias, o banco trouxe como sócio Fabio Fukuda, que era responsável pela área de mercado de capitais de dívida da XP Investimentos.

Novos negócios. A plataforma do Modalmais já é utilizada pelas empresas em operações de câmbio, derivativos e fusões e aquisições, especialmente em infraestrutura. Com a chegada de Fukuda, o leque de ofertas de serviços aumenta. Além da infraestrutura – área em que também haverá a atração de investidores estrangeiros aos projetos -, também haverá captações para o setor imobiliário e do agronegócio.

Efeito multiplicador. O Modalmais aposta na rede de agentes autônomos agregada ao banco por meio da fusão com o HUB para alavancar a distribuição dos títulos de dívida das empresas originados na casa, em sua plataforma. A distribuição dos títulos e fundos deve inclusive alcançar a rede de clientes de alta renda do Credit Suisse, com o qual foi fechado um acordo de participação este ano.

Sem limite. Aliás, o Modalmais deve começar a estruturar também operações de renda variável, ou seja, oferta de ações, em um futuro próximo. O co-presidente do banco, Eduardo Centola, faz mistério, mas aponta para a direção de estruturas de captação de renda fixa (títulos de dívida) que tenham componente de ações.

Para não. Para agradar a rede de agentes autônomos, profissionais em alta demanda, o Modalmais abriu a possibilidade de usarem a plataforma como um white label, ou seja, utilizam a estrutura estampando sua marca própria. O banco também está incentivando os agentes a partirem a taxa de remuneração anual junto aos seus clientes e não em cima do ativo investido, algo que também entrou em voga recentemente entre as plataformas.

contato: colunabroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroad no Twitter

Tudo o que sabemos sobre:

#plataformasinvestimento#modalInvestimento

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: