Monkey Exchange prevê operações de crédito crescerem 10 vezes no ano

Fernanda Guimarães

21 de abril de 2020 | 05h00

Diante da falta de crédito para empresas menores, a fintech Monkey Exchange espera que suas operações de crédito neste ano cresçam 10 vezes, para cerca de R$ 10 bilhões, diante da demanda já identificada na plataforma. Desde a sua fundação, em 2016, a fintech, que opera com desconto de recebíveis, realizou em operações de crédito um total de mais de R$ 2,5 bilhões e atendeu mais de 5 mil empresas, principalmente pequenas e médias.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: