Monteiro pede tempo à equipe de Bolsonaro para decidir sobre convite ao BB

Monteiro pede tempo à equipe de Bolsonaro para decidir sobre convite ao BB

Coluna do Broadcast

22 Novembro 2018 | 04h00

O atual presidente da Petrobrás, Ivan Monteiro, pediu um tempo para a equipe de Jair Bolsonaro (PSL) para pensar sobre o convite para comandar o Banco do Brasil. Ele ainda não se decidiu e, segundo pessoas próximas, quer um período de descanso após o exaustivo trabalho na petroleira. Isso, contudo, não seria problema, uma vez que ele teria espaço suficiente para negociar umas boas férias antes de assumir o comando do BB.

Depende. No entanto, como está no auge após o trabalho feito na Petrobrás, Monteiro pode preferir partir para outro desafio, inclusive na iniciativa privada, com remuneração mais atrativa que a ofertada no BB. O salário mensal no banco é de R$ 68,7 mil, conforme relatório de desempenho da instituição. Pode dobrar se acrescida a participação nos lucros e resultados.

No mercado, contudo, o salário de um executivo pode ser algumas vezes maior. Monteiro deixou o BB em 2015 para tocar a diretoria financeira da Petrobrás. Em julho último, assumiu a presidência da estatal com a saída de Pedro Parente. Procurado, o BB não comentou. Monteiro também não se manifestou.

Siga a @colunadobroad no Twitter

Para ver a Coluna do Broadcast sem o delay assine o Broadcast+ e veja todos as notícias em tempo real.

Mais conteúdo sobre:

petrobrásBB