Nagumo economiza 20% em contas de luz com migração para mercado livre

Nagumo economiza 20% em contas de luz com migração para mercado livre

Wilian Miron

10 de novembro de 2021 | 05h40

Parque solar da  EDP Renováveis em Pereira Barreto (SP)    Foto: EDP Renováveis

Após fechar um contrato de R$ 51 milhões com a EDP, para a compra de energia no mercado livre, a rede de supermercados Nagumo cortou a conta de luz em mais de 20%. Entre janeiro e julho, deixou de gastar R$ 1,7 milhão.

A economia corresponde ao consumo de 33 lojas que já passaram para a migração ao mercado livre. Outras nove unidades atendidas por concessionárias de distribuição devem mudar o regime de compra de energia.

Parte da estratégia da EDP para ganhar musculatura entre consumidores que consomem menos passa pela integração das áreas de comercialização e geração de energia renovável, por meio de painéis fotovoltaicos instalados nos telhados das lojas. A ideia é avançar em um mercado que caminha para abertura maior a partir de 2024, quando demandas menores do que 500 kW poderão ser atendidas no mercado livre.

 

Esta nota foi publicada no Broadcast+ no dia 09/11, às 18h55.

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroad no Twitter

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.