Neon aumentará a meta em captação de FIDC ainda neste ano

Neon aumentará a meta em captação de FIDC ainda neste ano

Matheus Piovesana

29 de junho de 2022 | 14h30

Semana passada, Neon reforçou o FIDC de cartões com R$ 400 milhões  Foto: Neon/divulgação

O banco digital Neon planeja captar uma quantia acima de R$ 400 milhões em seu Fundo de Investimento em Direitos Creditórios (FIDC) de cartões de crédito ainda neste ano. Em 2023, deve ir novamente ao mercado de renda fixa para reforçar o fundo atrelado a operações de crédito consignado privado. Além disso, espera reduzir o custo em futuras captações.

Na semana passada, a fintech reforçou o FIDC de cartões com R$ 400 milhões, captado junto a nomes como a Empírica, que faz a gestão, XP e BV. O custo foi de CDI mais 5,25%, com prazo de três anos. O CFO, Jamil Marques, afirma que a maturidade da operação de crédito do Neon deve reduzir o cupom no futuro.

Patrimônio do fundo permite concessão de crédito até o quarto trimestre

A captação na semana passada, somada a recursos que já estavam no fundo, elevou o patrimônio do FIDC a R$ 800 milhões, suficiente para que o Neon conceda crédito até o quarto trimestre. Do lado das operações, o banco se diz bem capitalizado após receber US$ 300 milhões em rodada liderada pelo espanhol BBVA, em fevereiro.

Marques afirma ainda que outros produtos de crédito podem, no futuro, gerar FIDCs. É o caso de linhas atreladas ao FGTS e também a microempreendedores individuais.

 

Esta nota foi publicada no Broadcast no dia 29/06/22, às 09h50

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.