No IPO do BMG, 10% fica com varejo

No IPO do BMG, 10% fica com varejo

Coluna do Broadcast

29 de outubro de 2019 | 04h00

Os investidores do varejo ficaram com 10% da oferta inicial de ações do Banco BMG, sendo 5% com lock-up (restrição para venda) de 45 dias e 5% sem nenhuma restrição. Aqueles que compraram com lock-up não sofreram rateio, ao contrário dos demais. A abertura de capital do BMG movimentou R$ 1,6 bilhão. Procurado, o BMG não comentou.
Siga a @colunadobroadcast no Twitter

Tudo o que sabemos sobre:

Banco BMGIPO

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.