Nubank faz exigências a bancos em IPO e deve escolher nomes este mês

Nubank faz exigências a bancos em IPO e deve escolher nomes este mês

Cristiane Barbieri e Altamiro da Silva Junior

02 de julho de 2021 | 05h11

Demandas do Nubank são equiparáveis às de grandes empresas, como Google  Foto: JF Diorio/Estadão

Os bancos de investimento consultados para participar do consórcio que levará adiante a oferta inicial de ações (IPO, da sigla em inglês) do Nubank se surpreenderam com algumas exigências feitas pela fintech no chamado requerimento por propostas (RFP, também do inglês), classificado como “bastante completo”. As demandas são equiparáveis às de grandes empresas internacionais, como as do Google em seu IPO. A previsão é que os bancos sejam escolhidos ainda este mês.

Uma dessas demandas seria que, para participar do IPO, os bancos deveriam colocar o Nubank como concorrente efetivo, em processos de futuros lançamentos de ações e renda fixa (como emissão de títulos de dívida) que participassem. A resposta prevista até agora tem sido de que farão ‘o melhor esforço possível nesse sentido’, mas que é impossível garantir a participação da fintech em disputas que não lhes pertence, mas, sim, a um cliente.

No fim do dia, a aposta é que serão selecionados os bancos de investimento com melhor posicionamento no exterior, já que a oferta deve ser feita na Nasdaq, a Bolsa de tecnologia dos EUA. Também os que têm bom histórico de trazer precificação adequada, valuation (valor de mercado) e proximidade com o setor tecnológico. Procurado, o Nubank não comentou.

 

Esta reportagem foi publicada no Broadcast+ no dia 01/07/2021 às 14h09

O Broadcast+ é a plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse

Contato: colunabroadcast@estadao.com
Siga a @colunadobroad no Twitter

Tudo o que sabemos sobre:

IPOfintechsBancos

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.