Oi deve selar venda da Infraco por R$ 12,9 bi em leilão sem surpresas

Oi deve selar venda da Infraco por R$ 12,9 bi em leilão sem surpresas

Circe Bonatelli

06 de julho de 2021 | 13h40

Este deve ser o último grande leilão de ativos da Oi   Foto: Paulo Vitor/Estadão

O leilão da Infraco – subsidiária de fibra ótica da Oi – deve ocorrer sem surpresas nesta quarta-feira, dia 7, com a venda de uma fatia de 57,9% do negócio para BTG Pactual e Globenet por R$ 12,9 bilhões. Desde fevereiro, as partes conduzem negociações exclusivas sobre o ativo.

O fundo norte-americano Digital Colony também fez uma proposta pela empresa de fibra ótica no começo do ano, mas não vai seguir na disputa, apurou a Coluna. Nenhum outro competidor se habilitou para o certame, confirmaram fontes envolvidas no processo. O prazo para manifestação de interesse e apresentação de documentos para qualificação acabou em junho.

A Oi concedeu ao BTG a posição de ‘stalking horse’, o que, no jargão do mercado, quer dizer que ele terá o direito de dar o lance final no leilão, mediante o compromisso de elevar em apenas 1% o valor da oferta de potenciais concorrentes. Esse mecanismo funciona como barreira de entrada para competidores.

Pregão virtual

O leilão para a venda da fatia da Oi na Infraco ocorrerá em formato virtual, a partir da sala de audiências da 7ª Vara Empresarial do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, sem acesso presencial da Oi, credores ou participantes por conta da pandemia. Apenas estarão presentes representantes do administrador judicial, o Escritório Arnoldo Wald, e do Ministério Público.

Se tudo ocorrer dentro da cartilha do plano de recuperação judicial,  será o último grande leilão de ativos da Oi, que já se desfez de torres, data centers e rede móvel, movimentando perto de R$ 20 bilhões. O dinheiro está sendo usado para quitar dívidas e sustentar investimento no que restou das operações. Faltará só a liquidação da sua rede de TV por assinatura, mas esse é um negócio de apenas R$ 20 milhões, muito pequeno perto dos anteriores. Procurada, a Oi não se manifestou.

 

Esta reportagem foi publicada no Broadcast+ no dia 06/07/2021, às 07h00.

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse 

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroad no Twitter

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.