Otimismo com governo e economia recua entre empresários da construção

Coluna do Broadcast

19 de maio de 2019 | 04h00

Após um começo de ano esperançoso, a empolgação com o crescimento econômico sob o governo Bolsonaro e sua agenda reformista caiu entre o alto empresariado do mercado imobiliário. Pesquisa feita com 128 executivos e investidores, neste mês de maio, mostra que 65,6% acreditam que o desempenho da economia brasileira nos próximos 12 meses deve ser ‘melhor ou muito melhor’. Já no levantamento anterior, feito em fevereiro, eram 96,6%. Os dados são do Global Real Estate Institute, clube de negócios com atuação em mais de 20 países.

Esfriou. A pesquisa revela também queda no otimismo com as próprias companhias. Para 65,3% dos entrevistados, suas empresas devem apresentar números bons ou excelentes nos próximos 12 meses, em comparação com 87,4% na apuração anterior. Na prática, a queda no ânimo dos empresários já se reflete em investimentos menores: 60,9% disseram agora que estão ampliando os negócios. Antes eram 76,5%. Já 36,8% afirmaram que ainda estão aguardando para tomar decisões de novos negócios. Antes eram 23,5%.

Mais conteúdo sobre:

mercado imobiliário