Pagcom, de maquininhas, mira crescer 3% este ano, para R$ 9,5 bi

Pagcom, de maquininhas, mira crescer 3% este ano, para R$ 9,5 bi

Economia & Negócios

16 Agosto 2018 | 04h00

A novata Pagcom, do setor de maquininhas, projeta aumentar seu faturamento em 35% neste ano, atingindo o patamar de R$ 9,5 bilhões, ante R$ 7 bilhões registrados no ano passado. Na briga com gigantes desse mercado, que incluem Cielo, de Bradesco e Banco do Brasil, Rede, do Itaú Unibanco, GetNet, do Santander, e PagSeguro, do Uol, conquistou mais de 40 mil empresas com média mensal de R$ 15 mil cada. Prestadores de serviços, autônomos e pequenos e médios empreendedores são o foco.

Siga a @colunadobroad no Twitter