Pandemia faz EMS destinar R$ 120 milhões à digitalização

Pandemia faz EMS destinar R$ 120 milhões à digitalização

Laila Nery, especial para a AE

19 de outubro de 2021 | 05h50

A maior farmacêutica do País investe na transformação digital  Foto: Valéria Gonçalvez/AE

Maior laboratório farmacêutico no Brasil, com faturamento de R$ 15,4 bilhões no ano passado, a EMS separou R$ 120 milhões para investir em transformação digital até 2024. Os recursos serão empregados em tecnologia digital, treinamento, governança digital e roadmap estratégico, uma ferramenta de organização.

O orçamento é uma nova rubrica dentro dos investimentos da empresa e foi causado pela digitalização acelerada na pandemia. Antes, a empresa tinha 16 funcionários dedicados à área digital. Agora, são 80 e, até o fim do ano, estão previstas mais 50 contratações. Marcus Sanchez, vice-presidente da farmacêutica, diz que foram estabelecidos critérios de prioridades e retornos de investimento, bem como metodologias de trabalho multidisciplinares.

 

Esta nota foi publicada no Broadcast+ no dia 18/10/2021 às 16h19.

Broadcast+ é a plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.