Paraná Banco quer ter 50% do crédito consignado via digital em um ano

Paraná Banco quer ter 50% do crédito consignado via digital em um ano

Coluna do Broadcast

21 de novembro de 2019 | 05h05

Por Cynthia Decloedt

O Paraná Banco está retornando à sua origem de instituição predominantemente de crédito consignado. Após tatear o crédito para empresas e o home equity – crédito imobiliário com garantia do próprio imóvel -, o banco de 40 anos decidiu concentrar esforços apenas no consignado, segmento no qual foi um dos pioneiros e ingressou em 1995. Agora, para não perder o bonde das fintechs e das inovações tecnológicas que estão transformando os serviços financeiros, o Paraná quer se destacar na concessão por meio dos canais digitais. Para isso, há dois anos trilha a transformação de cultura e a digitalização de processos, com o objetivo de, em 12 meses, fazer com que o consignado via digital passe de 20% para 50% de sua produção.

Ranking. O banco tem R$ 3,45 bilhões em crédito consignado, de acordo com o balanço do terceiro trimestre, o que representa cerca de 1% desse mercado. Em relação a outras instituições de médio porte, o Paraná ainda tem um caminho para crescer. O Daycoval fechou o terceiro trimestre com R$ 6,17 bilhões em total de crédito consignado, enquanto o Banco Pan carregava uma carteira de quase R$ 13 bilhões. O balanço do BMG mostrou uma carteira de R$ 7,75 bilhões em cartão de crédito consignado.

Aos poucos. Embora priorize a transformação digital, o banco não pretende oferecer serviço de conta corrente digital. Por enquanto, está operando uma conta de investimento digital, por meio da qual quer atrair recursos para financiar os empréstimos da carteira de consignado. A leitura do Paraná é de que oferecer títulos do banco, como CDBs, diretamente aos investidores é mais eficiente, em termos de custo para a instituição, do que as plataformas abertas de investimento. Nesse sentido, aproveitando a Black Friday, anunciou retornos maiores para seus CDBs, buscando fidelizar clientes.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroadcast no Twitter

Tudo o que sabemos sobre:

#consignado #fintech #banco #Paranabanco

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.