Percepção de bondholders sobre novo plano da Oi continua ruim

Coluna do Broadcast

22 de fevereiro de 2017 | 05h00

oi1_paulo vitor_blog

(Foto: Paulo Vitor/Estadão)

Os detentores de bônus de dívida da operadora de telefonia Oi representados pela Moelis continuam achando ruim o plano reformulado de reestruturação apresentado pela empresa. Eles se reuniram na última segunda-feira (20) com a companhia. Na ocasião, a discussão girou em torno da nova versão do documento. Inaceitável: essa seria a resposta dada por essa classe de credores sobre as condições relativas à conversão da dívida em ações.

Pouco caixa

Sobre o novo plano não contemplar qualquer injeção de recursos de terceiros já na largada, a partir da tese de que a companhia tem potencial para gerar caixa sozinha, a avaliação desses credores é de que a operadora vende o futuro e perde participação de mercado no presente.

Conselho

A tele também teria se reunido com o grupo de bondholerders assessorado pela G5/Evercore, formado por dissidentes dos credores representados pela Moelis. Esse grupo tem entre os seus integrantes o Aurelius, um fundo abutre especializado na aquisição de títulos de companhias com problemas financeiros. As impressões de ambos, assim como dos bancos, devem ser apresentadas nesta quarta-feira (22) ao Conselho de Administração da Oi, para que se tente finalizar um novo plano, alternativo ao apresentado em setembro.

Siga a @colunadobroad no Twitter

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: