Perda de mercado teria levado Usiminas a alterar informação de balanço

Perda de mercado teria levado Usiminas a alterar informação de balanço

Coluna do Broadcast

17 de maio de 2019 | 04h00

A Usiminas retirou do press release que acompanhou o demonstrativo financeiro, referente ao primeiro trimestre do ano, o detalhamento da venda do produto siderúrgico, e a razão teria sido a perda de mercado para a Companhia Siderúrgica Nacional (CSN). O mercado, nos três primeiros meses do ano, não foi, de fato, aquecido, mas a siderúrgica mineira contou com essa pressão adicional, especialmente nos laminados a quente. Procurada, a Usiminas esclarece que promoveu ajustes no formato dos seus releases de resultados trimestrais em função de um benchmarking feito pela companhia, “alinhando-se com a prática de seus pares de mercado”.

Recado. Em vídeo interno, no dia da divulgação do balanço, em abril, o presidente da companhia, Sérgio Leite, foi enfático ao cobrar mais “energia” das equipes. O executivo disse que o resultado do trimestre não era aquele que a empresa gostaria de apresentar. “O resultado está aquém da nossa capacidade, do nosso potencial”, disse. Ele pediu, ainda, “inconformismo para resultados que ficam aquém das expectativas”. A Usiminas reportou, no período entre janeiro e março deste ano, lucro líquido de R$ 76 milhões, recuo de 51% ante o observado no trimestre imediatamente anterior.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroad no Twitter

Para ver a Coluna do Broadcast sem o delay assine o Broadcast+

Tudo o que sabemos sobre:

UsiminassiderurgiaCSN

Tendências: