Plano de credores da Oi prevê pagamento de R$ 6 bi à Anatel em 7 anos

Coluna do Broadcast

13 Dezembro 2016 | 05h00

(Foto: Paulo Vitor/Estadão)

O plano de reestruturação para a Oi, que deve ser apresentado nesta semana por bancos de fomento, credores representados pela Moelis e que ainda terá aporte do investidor egípcio Naguib Sawiris, foi negociado diretamente com a Anatel. Por ele, a agência reguladora receberia R$ 6 bilhões nos sete primeiros anos. A diferença para os R$ 20,2 bilhões devidos à Anatel seria convertida em investimentos. Outros grupos como Cerberus e Elliot também devem apresentar uma alternativa para a Oi.

Made in China

O China Development Bank é o principal credor dentro do grupo de bancos de fomento que se aliou aos credores da Oi representados pela Moelis e ao investidor egípcio Naguib Sawiris. Do total de US $ 1,6 bilhão em títulos de dívida que esse grupo detém contra a Oi, o banco chinês possui US$ 600 milhões. A instituição chinesa fechou, neste ano, um acordo de financiamento de US$ 10 bilhões com a Petrobras.

Siga a @colunadobroad no Twitter

Mais conteúdo sobre:

Oi