Plano de recuperação judicial da Isolux é aprovado

Plano de recuperação judicial da Isolux é aprovado

Coluna do Broadcast

28 de dezembro de 2018 | 04h00

Foi aprovado, em assembleia realizada na manhã de ontem, dia 27, o plano de recuperação judicial da Isolux, empresa do setor de construção civil. A dívida é de R$ 356 milhões e está distribuída em cinco CNPJs: Corviam Construccion S.A. do Brasil, Isolux Ingenieria S.A. do Brasil, Isolux Projetos e Instalações Ltda, Isolux Projetos Investimentos e Participações Ltda e Isolux Corsan do Brasil S.A. O plano prevê um desconto no valor de face da dívida que pode chegar a 88% e começará a ter os primeiros pagamentos para alguns dos credores realizados entre hoje e amanhã.

Longa negociação
Aprovado por mais de 80% dos credores (entre eles, os bancos ABC, BMG, Pine e Santander), a nova fase do plano vinha sendo discutida em diversas assembleias, desde julho. Na última proposta, a Isolux aportou R$ 40 milhões a mais para os credores quirografários e pequenas e médias empresas. Segundo David Barman, diretor-geral da Isolux, as negociações foram duras e as novas diretrizes da empresa serão apresentadas pela matriz espanhola no próximo ano. A Íntegra Associados e o escritório de advocacia Felsberg, representado pela sócia Clara Azzoni, assessoraram a Isolux no processo de reestruturação e de recuperação judicial. (Cristiane Barbieri)

Siga a @colunadobroad no Twitter

Para ver a Coluna do Broadcast sem o delay assine o Broadcast +

Tendências: