Plataforma de investimentos Jive busca alcançar novo público com fundos menos “arriscados”

Plataforma de investimentos Jive busca alcançar novo público com fundos menos “arriscados”

Cynthia Decloedt

01 de abril de 2021 | 05h05

Foto: Fabio Motta/Estadão

A Jive Investments, plataforma de gestão de ativos alternativos de empresas, deve lançar até o fim deste semestre uma nova modalidade de fundos com alocações menos arriscadas em relação ao seu foco tradicional. A Jive é especializada na aquisição e recuperação de créditos inadimplentes de companhia, e tem fundos que tradicionalmente investem nesses ativos, que oferecem alto retorno aos investidores.

Desde o ano passado a plataforma começou a fazer alocações em créditos de empresas que têm um passivo elevado, e que por isso oferecem um retorno maior do que as companhias saudáveis, mas que não estão necessariamente inadimplentes. Até aqui, esses investimentos vinham sendo feitos por meio de um de seus fundos focados em ativos problemáticos (distress). Agora, essas alocações serão apartadas em fundos temáticos, por exemplo, na área imobiliária.

Como a taxa de juro no País está baixa e os investidores têm buscado diversificar a carteira para capturar retorno, o movimento da Jive ajudará a atrair um novo público, de perfil menos ousado quanto os de seus fundos tradicionais. A Jive tem R$ 21 bilhões de ativos de empresas, em valor de face, sob gestão entre créditos, imóveis e ações judiciais.

Esta reportagem foi publicada no Broadcast+ no dia 31/03/2021, às 12:00:42 .

Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse 

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroad no Twitter

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.