Por crise sanitária, Rede não cobra aluguel de maquininhas no Amazonas

Por crise sanitária, Rede não cobra aluguel de maquininhas no Amazonas

Cristiane Barbieri

04 de fevereiro de 2021 | 05h01

 

A Rede, empresa de meios de pagamento do Itaú Unibanco, vai isentar os clientes do Amazonas do aluguel das maquininhas em janeiro e fevereiro. Motivo: a crise sanitária, que além de lotar hospitais tem afetado a economia do Estado. Cerca de 5 mil varejistas devem ser favorecidos pela isenção, que será concedida de maneira automática.

Metade. A credenciadora também vai oferecer aos varejistas 50% de desconto na taxa de antecipação de recebíveis das vendas parceladas, para reforço do fluxo de caixa. Pequenos e médios negócios com faturamento de até R$ 30 milhões/ano, além de autônomos e microempreendedores, seguem com o benefício de receber em 2 dias e sem taxa de antecipação o valor das vendas feitas no crédito rotativo.

 

Contato: colunabroadcast@estadao.com
Siga a @colunadobroad no Twitter

Esta nota foi publicada no Broadcast+ no dia 03/02/2021 às 14:54

O Broadcast+ é a plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse
http://www.broadcast.com.br/produtos/broadcastplus/

Tudo o que sabemos sobre:

rede#amazonas

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.