Por desconforto com administração, Ivan Monteiro pede para sair do IRB

Por desconforto com administração, Ivan Monteiro pede para sair do IRB

Fernanda Guimarães

01 de março de 2020 | 04h00

Ivan Monteiro, presidente do conselho de administração do ressegurador IRB Brasil Re, pediu renúncia do cargo pouco antes do Carnaval. O motivo seria desconforto com a administração da companhia: ele não teria tido apoio para realizar mudanças propostas. Os bancos sócios do IRB, contudo, teriam pedido a Monteiro um prazo antes de sua saída, por conta do conflito envolvendo a gestora Squadra, que questionou os balanços da resseguradora.

Peso pesado. Nome respeitado no mercado, Monteiro, que já foi vice-presidente do Banco do Brasil, presidente da Petrobras e diretor financeiro da BRF, pediu também renúncia no início do mês do Conselho da Light, mas segue como consultor financeiro da fintech Nubank. A reportagem não conseguiu contato com Monteiro. O IRB, por sua vez, não comentou, mas depois de ter negado  a renúncia de Monteiro na quinta-feira, informou sobre sua saída na sexta.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.