Práticas ESG são tão importantes quanto finanças para 47% do público

Práticas ESG são tão importantes quanto finanças para 47% do público

Mariana Durão

22 de janeiro de 2021 | 05h05

Florestas são peça chave contra mudanças climáticas. FOTO TIAGO QUEIROZ/ESTAD√O

 

Ter acesso a informações sobre as práticas nos campos ambientais, sociais e de governança corporativa (ESG, na sigla em inglês) das companhias já é tão importante para os profissionais do mercado quanto conhecer os dados financeiros das empresas. Pelo menos, essa foi a resposta de 47% de um total de 135 pessoas que atuam nas áreas de contabilidade, mercado de capitais, finanças, auditoria interna, educação, energia e outras indústrias, ouvidas em uma pesquisa da PwC Brasil.

Passo a passo. Para 32%, a equivalência entre as práticas ESG e os resultados financeiros ainda não é uma realidade, mas se dará em cinco anos. Outros 11% avaliam que levará entre cinco e dez anos para se chegar a tal equivalência, enquanto 5% acham que isso levará mais que uma década para acontecer.

Old school. Por fim, 5% dos entrevistados acreditam que informações sobre meio ambiente, social e governança nunca serão tão importantes quanto as financeiras. A questão foi colocada durante webcasts da empresa de consultoria e auditoria. Dos respondentes, 79% são do Brasil, 13% dos Estados Unidos, 3% da Europa Ocidental e 3% da Ásia Oriental.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Tudo o que sabemos sobre:

esgpwc

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.