Prefeitura de São Paulo leiloará R$ 213 milhões de Cepacs da Faria Lima

Prefeitura de São Paulo leiloará R$ 213 milhões de Cepacs da Faria Lima

Circe Bonatelli

18 de setembro de 2021 | 10h00

Cepacs são Certificados de Potencial Aquisição de Construção; na foto, a Faria Lima  Foto: Hélvio Romero/Estadão

Após quase dois anos, a Prefeitura de São Paulo voltará a fazer um leilão de Certificados de Potencial Aquisição de Construção (Cepacs) dentro da Operação Urbana Consorciada Faria Lima. O certame está marcado para 14 de outubro, quando serão ofertados 12,1 mil Cepacs pelo valor unitário de R$ 17,6 mil, podendo movimentar um total R$ 213 milhões. O leilão ocorrerá pela B3 e terá como banco coordenador o BB Investimentos, com apoio da Necton.

Os Cepacs são títulos que permitem às construtoras erguer prédios acima dos limites estabelecidos por lei em cada bairro. A oferta leva em consideração a perspectiva de crescimento da economia após o tombo provocado pela crise sanitária. Conta também o grande interesse de incorporadoras e investidores pela Faria Lima, centro financeiro da capital paulista. A região tem poucos terrenos disponíveis para novos empreendimentos, e os prédios corporativos que já existem ali tem níveis de ocupação altos.

O saldo de Cepacs disponíveis na Operação Faria Lima totaliza 321,8 mil títulos, segundo o edital. A oferta de apenas 12,1 mil títulos atende a um memorando de entendimento firmado entre a Secretaria de Urbanismo e a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), pelo qual ficou definido que os próximos leilões devem ocorrer dentro de parâmetros conservadores segundo os estudos de viabilidade.

O preço de R$ 17,6 mil é igual ao valor de negociação fechado no último leilão, realizado há 22 meses, em dezembro de 2019. Na ocasião, os títulos foram oferecidos por R$ 6,5 mil, mas tiveram ágio de quase 170% e movimentaram R$ 1,64 bilhão.

Desde que a Operação Urbana Consorciada Faria Lima foi criada, a prefeitura já arrecadou R$ 2,46 bilhões, destinados principalmente a melhorias nas avenidas Faria Lima, Rebouças, Eusébio Matoso, Cidade Jardim, além de instalações de ciclovias e a reforma do Largo da Batata.

 

Correção

A matéria publicada originalmente tinha um erro no primeiro parágrafo. O leilão de Cepacs será no dia 14 de outubro e não no dia 7. O documento oficial do edital apresentava, erroneamente, as duas datas diferentes. Após a publicação da matéria, a prefeitura entrou em contato para esclarecer que o correto é dia 14. A nota acima já está corrigida.

 

Esta nota foi publicada no Broadcast+ no dia 17/09/2021 às 15h12.

Broadcast+ é a plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroad no Twitter

Tudo o que sabemos sobre:

UrbanismoimóveisconstrutorasPlano Diretor

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.