Raia Drogasil lança plataforma que quer juntar farmácia, marketplace e serviços de saúde

Raia Drogasil lança plataforma que quer juntar farmácia, marketplace e serviços de saúde

Luísa Laval

21 de julho de 2021 | 09h44

saúde farmacêutica medicina vacina medicamentos remédios

Plataforma que une serviços e produtos é resultado dos investimentos em healthechs feitas pela RD / Foto: Alex Silva/Estadão

A Raia Drogasil (RD) deu mais um passo em sua estratégia de diversificação de produtos de saúde com o lançamento da Vitat, plataforma de saúde que combina um aplicativo, com produtos, serviços e conteúdo para promoção da saúde e bem-estar. O objetivo é integrar ferramentas digitais com atendimento em unidades de farmácia, por meio da criação de espaços específicos para tratar do tema.

Na etapa inicial, o aplicativo Vitat oferecerá gratuitamente 25 programas focados em alimentação saudável, exercícios, sono, saúde mental e promoção de saúde. Também haverá serviços de teleorientação médica, nutricional, psicológica e física.

Os espaços físicos oferecerão testes rápidos, monitoramento de parâmetros clínicos e a orientação de profissionais farmacêuticos. Será possível agendar serviços nos hubs de saúde das farmácias e o realizar acompanhamento do histórico do cliente por meio de uma carteira unificada de saúde.

O Vitat será oferecido inicialmente para clientes de São Paulo. A companhia inaugura o novo formato de loja nesta quarta (21) no bairro Vila Carrão. Até 5 de agosto, outras três serão abertas e, ao fim do mês, novas seis. Segundo Bruno Pipponzi, VP de Negócios de Saúde da RD, até o fim do ano a empresa pretende alcançar 20 lojas no formato piloto.

“A farmácia é o ponto de partida para a estratégia de diversificação. Queremos ir além do medicamento e oferecer todos os serviços e produtos para que nosso cliente seja mais saudável”, afirma ao Estadão/Broadcast. “Até o fim do ano, vamos calibrar a iniciativa no mercado em São Paulo para depois aprimorar com os novos aprendizados.”

Este é apenas o começo da estratégia de implantação da plataforma de saúde, afirma Marcilio Pousada, presidente da RD.

“Estamos começando a concretizar o que prometemos em setembro, quando tínhamos três elementos para entregar: a nova farmácia, o marketplace e a plataforma de saúde, que era o mais difícil de explicar, e agora começamos a explicar. É o começo de um plano até 2025: temos mais aquisições à frente”, diz.

Entre os próximos passos para a plataforma, os executivos citam a integração de serviços e produtos em um ecossistema de saúde, além de oferecerem programas por assinatura pelo Vitat, e expansão dos hubs de saúde em farmácias a partir do próximo ano. Segundo Pousada, provavelmente a expansão se dará no interior de São Paulo, onde a rede tem forte presença.

Berço em startups

A Vitat surgiu da consolidação dos serviços da RD com os ativos e experiências de healthtechs (startups com soluções voltadas à saúde) adquiridas pela companhia. A Tech.Fit, por exemplo, comprada no início de 2020, trouxe conhecimento especializado em soluções e de conteúdo sobre saúde e bem-estar, incluindo programas por assinatura.

A plataforma também tem mão da Healthbit, startup investida pela RD também em 2020, focada em big data para redução da sinistralidade em saúde em grandes empresas, promoção da saúde e prevenção de doenças.

Segundo a RD, ao herdar as soluções que eram da Tech.Fit, a plataforma Vitat já nasce com três aplicativos em operação especializados em exercício e nutrição, uma carteira de 40 mil assinantes em seus programas e um portal de conteúdo de saúde e bem-estar com mais de 3 milhões de acessos mensais, que serão progressivamente integrados à Vitat.

“A aquisição da Tech.Fit permitiu abrirmos o negócio já com produto e faturamento, então queremos colocar mais coisas na frente”, diz Pousada.

Para Pipponzi, a estratégia de diversificação permitirá que a empresa engaje usuários e clientes por meio de conteúdo digital, por serviços ou por produtos na farmácia. “Queremos reorganizar a farmácia para que se torne um local de promoção à saúde. É uma jornada digital, que começa tanto do digital para a farmácia quanto vice-versa”, afirma.

Pousada destaca que a empresa sempre foi forte em abrir farmácias, mas que no último ano passou a investir fortemente na digitalização dos negócios. A principal ferramenta para isso é o fundo RD Ventures. “Ele permite investimentos para trazer competências que não temos dentro para agregar no nosso ecossistema. Tem mais coisa pela frente!”

Esta reportagem foi publicada no Broadcast+ no dia 20/07/2021, às 20:00:02.

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse 

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroad no Twitter

Tudo o que sabemos sobre:

RD#plataformashealthtechs

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.