Rede, do Itaú, vira ‘central de atendimento’ da concorrência após ofensiva

Rede, do Itaú, vira ‘central de atendimento’ da concorrência após ofensiva

Coluna do Broadcast

25 de abril de 2019 | 04h00

A Rede, do Itaú Unibanco, se tornou uma verdadeira “central de atendimento” da concorrência após a ofensiva que fez ao isentar taxas para antecipar pagamentos a lojistas com conta no banco. Somente na última terça-feira, dia 23, a empresa teria recebido quase 100 chamadas originárias de números de telefone da concorrente Stone.

‘Não tem asterisco’. Diante da grande arena que se transformou o mercado de maquininhas, um executivo ironiza: “Se está difícil de entender, vamos ajudá-los: não tem pegadinha. Não adianta insistir”. A Cielo também alfinetou a concorrência no anúncio – similar ao da PagSeguro – que fez hoje com foco nos pequenos empreendedores: “Não tem asterisco. Não tem pegadinha”, frisou o presidente da companhia, Paulo Caffarelli. Procurada, a Stone não fez comentários.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroad no Twitter

Para ver a Coluna do Broadcast sem o delay assine o Broadcast+

Tudo o que sabemos sobre:

Itaúadquirência

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.