Rede D’Or já tem R$ 40 bilhões em demanda por ações para entrada na Bolsa

Rede D’Or já tem R$ 40 bilhões em demanda por ações para entrada na Bolsa

Fernanda Guimarães

01 de dezembro de 2020 | 05h00

B3, após renovar o local do antigo pregão. Crédito da foto Gustavo Scatena/Divulgação B3

B3, após renovar o local do antigo pregão. Crédito da foto Gustavo Scatena/Divulgação B3

A operadora de hospitais Rede D’Or fará sua estreia na Bolsa na próxima semana em grande estilo. A pouco mais de uma semana de ter conhecido o valor de suas ações durante a oferta inicial (IPO, na sigla em inglês) na B3, o papel é cobiçado por um crescente número de investidores. Eles já sustentam o volume de ordens equivalente a três vezes a oferta – ou mais de R$ 40 bilhões. A dona dos hospitais São Luiz deu detalhes, há cerca de 15 dias, de uma oferta de ações primária e secundária que pode superar os R$ 12 bilhões, a segunda maior já feita na Bolsa brasileira.

Sucesso. Não há no mercado quem não esteja na fila para levar as ações da Rede D’Or. Os estrangeiros, inclusive, somam metade da demanda. Hoje, a Eleven Financial recomendou aos clientes participar a oferta e os analistas chegaram a estabelecer um preço-alvo de R$ 81 para a ação. O valor corresponde a um ágio de 25% sobre o teto da faixa indicativa de preço estabelecida pela companhia de R$ 48,91 até R$ 64,35. A precificação será em 8 de dezembro e a estreia na Bolsa, no dia 10.

Contato: colunadobroadcast@estadao.com

 

Esta reportagem foi publicada no Broadcast+ no dia 30/11/2020 às 18:42

O Broadcast+ é a plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse
http://www.broadcast.com.br/produtos/broadcastplus/

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Tudo o que sabemos sobre:

Rede D'Or#IPO #bolsa

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.