Relatora de Kroton e Estácio no Cade é tida como linha dura

Coluna do Broadcast

08 de fevereiro de 2017 | 05h00

estácio_ricardo moraes_reuters_blog

(Foto: Ricardo Moraes/Reuters)

A conselheira Cristiane Alkmin Schmidt, apontada como relatora no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) da fusão entre Kroton e Estácio, tem se destacado em transações consideradas “desafiadoras”. Ela é também a relatora da fusão entre BM&FBovespa e Cetip, ato de concentração que já está perto, aliás, de completar o prazo legal de 240 dias, sem considerar possível prorrogação.

Linha dura

Ela ganhou fama de “linha dura” durante análise da união de Bradesco e HSBC pelo Tribunal do Cade, ao apontar alto nível de concentração do setor bancário brasileiro e, posteriormente, antecipar a necessidade de a venda do Citi para o Itaú Unibanco ser considerada “complexa” assim que chegar nas mãos do órgão antitruste. Esse pode ser ainda o perfil do Cade: Cristiane é um dos nomes cotados para assumir a presidência da autarquia. (Com Dayanne Sousa)

Siga a @colunadobroad no Twitter

Tendências: