Relatório final aponta que falha em equipamento provocou explosão de gasômetro

Relatório final aponta que falha em equipamento provocou explosão de gasômetro

Coluna do Broadcast

29 de novembro de 2018 | 04h00

A Usiminas já tem em mãos um relatório praticamente concluído sobre as causas da explosão do gasômetro da Usina de Ipatinga, ocorrido em 10 de agosto. O documento confirma o anterior, divulgado uma semana depois do acidente, e foi feito com a empresa Det Norsk Veritas (DNV), especializada em segurança de indústrias. A análise mostra falha de um equipamento que provocou o ingresso indevido de ar atmosférico no gasômetro. No momento, a Usiminas trabalha para recuperação do gás LDG. A redução do custo, contudo, é esperada para o primeiro semestre de 2020, quando o novo gasômetro entra em operação. Procurada, a Usiminas informa que “o relatório final sobre as causas do incidente com o gasômetro da Usina de Ipatinga ainda não foi concluído, por se tratar de uma ocorrência de grande complexidade.”

Siga a @colunadobroad no Twitter

Para ver a Coluna do Broadcast sem o delay assine o Broadcast+

Tudo o que sabemos sobre:

Usiminas

Tendências: