RNI prepara lançamentos de dois projetos residenciais após pandemia

RNI prepara lançamentos de dois projetos residenciais após pandemia

Por Circe Bonatelli

10 de maio de 2020 | 05h14

Prédio em construção ilustra obras do mercado imobiliário em São Paulo. Crédito da Foto: Patrícia Cruz / AE

 

São Paulo, 10/05/2020 – A RNI (antiga Rodobens Negócios Imobiliários) está se aquecendo para retomar os lançamentos de novos projetos logo que a pandemia do coronavírus der uma trégua, em uma sinalização de confiança na retomada do mercado imobiliário. A companhia realizou nesta semana dois eventos de pré-lançamentos, fase em que as incorporadoras apresentam os projetos aos parceiros comerciais. A partir daí, os corretores já começam a prospectar clientes interessados na aquisição dos imóveis.

Em breve. O pré-lançamento foi para um projeto em São Paulo (bairro do Jaçanã) e outro em Goiânia (Urias Magalhães), ambos enquadrados no Minha Casa Minha Vida. Ao todo, serão 800 apartamentos e devem movimentar na ordem de R$ 250 milhões em vendas. Os estandes já estão sendo montados, e a RNI vai bater o martelo nos próximos 30 dias sobre qual será a data exata do lançamento oficial, que, geralmente, não costuma levar muitas semanas após a convocação dos corretores.

Demanda. A demanda por imóveis deu sinais de uma retomada em abril, segundo o portal de classificados Imovelweb. Após uma redução de 33% em sua audiência em março, o portal registrou na primeira semana de abril uma alta de 13% nas buscas em comparação com as semanas anteriores. Empresários estão confiantes de que, apesar da crise, o mercado terá liquidez, auxiliado pelas condições facilitadas de financiamento na Caixa Econômica Federal. O banco oferece carência de seis meses para pagamento da primeira parcela do empréstimo para aquisição de imóveis.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroadcast no Twitter

Tudo o que sabemos sobre:

RNIlançamento imobiliáriocoronavírus

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.