Ruídos do governo na semana vão de ‘mais do mesmo’ a ‘rinoceronte cinza’

Ruídos do governo na semana vão de ‘mais do mesmo’ a ‘rinoceronte cinza’

Cristiane Barbieri

24 de julho de 2021 | 10h00

Aproximação do governo com Centrão gera preocupação entre empresários Foto: Dida Sampaio/Estadão

Presidentes de algumas grandes corporações da iniciativa privada leram de maneira diferente as iniciativas do governo federal de maior destaque – negativo – da semana. Apesar de a maioria ter visto apenas “mais do mesmo”, há quem comece a apontar incômodo com um possível “rinoceronte cinzento“. A expressão foi cunhada no livro “Gray Rhino”, no qual a autora norte-americana Michele Wuker descreve riscos óbvios que as pessoas preferem não reconhecer e aos quais não conseguem reagir.

Apesar de a criação do Ministério do Trabalho, com um eventual enfraquecimento do ministro Paulo Guedes dizer respeito à economia, a interpretação foi de apenas uma abertura de campo para alocar aliados do Centrão e garantir a sobrevivência do governo Jair Bolsonaro. Guedes não teria perdido poder, para a maior parte dos entrevistados.

Preocupação

De todo modo, a análise é que a “aproximação do Centrão é uma combinação bem ruim, com a volta a uma política que atrasa o País e inibe investimentos externos”. A preocupação aparece principalmente entre quem tem perspectivas de abrir capital pela frente. Para um dos entrevistados, “a imagem do País, que já está mais do que arranhada pela nossa condução da pandemia, fica ainda pior”.

Já a sombra do “Gray Rhino” foi citada por apenas um entrevistado, em relação às ameaças feitas à realização das eleições, caso o voto impresso não fosse aprovado. Como as instituições – incluindo outros poderes da República – continuam fazendo seu contrapeso, porém, todos pedem anonimato. O peso do Estado no Brasil é grande e muitos dizem temer represálias tanto do poder público quanto das redes sociais.

 

Esta nota foi publicada no Broadcast+ no dia 23/07/2021, às 17h55.

Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse 

Contato: colunabroadcast@estadao.com

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.