Safra se mexe para dobrar aposta entre os endinheirados

Safra se mexe para dobrar aposta entre os endinheirados

Cynthia Decloedt

01 de setembro de 2020 | 05h40

O Banco Safra sempre navegou na alta renda. Para não deixar escapar o público no qual a concorrência está de olho, a instituição abriu processo seletivo para preencher 200 vagas voltadas a profissionais, mesmo sem experiência no mercado financeiro, que os atenderão. A maior exigência é excelência na comunicação e bom relacionamento com os endinheirados, com foco na captação de mais clientes. As certificações e o apoio na carreira são garantidos pelo banco. O Safra tem R$ 250 bilhões em recursos de terceiros sob gestão.

Novos negócios. Nos últimos dois meses, o Safra recrutou 20 profissionais de tecnologia e está treinando 50 novos gerentes comerciais com mentores do próprio banco. Eles atuarão nos segmentos de pessoa jurídica, como análise de crédito, produtos e Safrapay. Para justificar a movimentação, Marcelo Dantas, diretor executivo de RH, riscos, planejamento e controle diz que o Safra tem muitos negócios em evolução, além de novos nos quais pretende avançar.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroad no Twitter

Tudo o que sabemos sobre:

#altarenda#gestãofortunasSafra

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.