Santander anuncia antes e reduz juros depois

Santander anuncia antes e reduz juros depois

Coluna do Broadcast

13 de janeiro de 2017 | 07h51

O Santander Brasil trouxe ontem (12) anúncio informando ter reduzido os juros antes de todo mundo. No entanto, ainda não havia divulgado publicamente nenhum ajuste, ao contrário dos demais grandes bancos. Na quarta-feira (11), após o corte mais agressivo nos juros básicos, a Selic, por parte do Banco Central, Bradesco e Banco do Brasil informaram imediatamente o tamanho da redução. A Caixa, por sua vez, disse estar monitorando suas carteiras para possíveis ajustes. O presidente do Santander, Sérgio Rial, admitiu que é preciso reposicionar as taxas frente à inflação atual, que pode permitir ao BC conduzir a Selic rumo a um dígito.

Antes de todo mundo
No final do dia, o Santander anunciou, enfim, redução nos juros nas suas principais linhas de crédito do varejo. As taxas começam a valer a partir de hoje (13). Já no BB e Bradesco, os novos juros entram em vigor na próxima segunda-feira (16).

Liderança
Vale lembrar que o espanhol, que embora conceda dez dias sem juros no cheque especial, liderava as taxas mais altas cobradas tanto no crédito pessoal como no cheque especial, conforme dados publicados neste mês pelo Procon-SP. A Caixa tem o menor juro no crédito pessoal e o Safra, no cheque especial. Em segundo, aparece o BB. O terceiro lugar é do Safra, no crédito pessoal, e do Itaú Unibanco, no cheque especial. Os dados ainda não contemplam os cortes anunciados pelas instituições.

Siga a @colunadobroad no Twitter

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.