Santander Asset amplia equipe e estreia em estratégias sistemáticas

Santander Asset amplia equipe e estreia em estratégias sistemáticas

Coluna do Broadcast

13 de dezembro de 2019 | 07h27

Por Karla Spotorno

A Santander Asset Management acaba de ampliar a equipe e se prepara para agregar estratégias sistemáticas em seus fundos. A estratégia é aquela que faz uso de modelos matemáticos e busca operações de arbitragem tanto no Brasil quanto nos mercados internacionais. Para isso, a gestora, hoje com aproximadamente R$ 284 bilhões sob gestão, contratou os gestores especialistas Ruy Ribeiro e Guido Chagas para atuar nessa nova área, batizada de Soluções de Investimento Quantitativas (SIQ). Ruy Ribeiro trabalhava na Itaú Asset, onde era responsável pela área de Alternative Risk Premia. Ele será o líder na América Latina da nova área. E Guido Chagas trabalhava nessa mesma área da Itaú Asset como gestor de fundos.

Grande foco. O presidente da Santander Asset, Miguel Ferreira, destaca que a ideia é que a estratégia faça parte de todos os fundos da casa. Além de descorrelacionar as carteiras e buscar proteção, a proposta é buscar oportunidades relevantes de arbitragem entre diferentes ativos. No futuro, essas carteiras construídas a partir da estratégia sistemática poderão ser oferecidas para alocadores e clientes pessoa física que desejam aplicar uma descorrelação em seus portfólios.

Contato: colunabroadcast@estadao.com

Siga a @colunadobroadcast no Twitter

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: